Parcerias

Natual PT  Parque Natural do Douro Internacional
Bikotel-bike-friendly-hotel
"Even the silence has a melody of its own"
  • Banhos Turcos
    Banhos Turcos
  • Court de Ténis
    Court de Ténis
  • Aceita-se animais de estimação
    Aceita-se animais de estimação

Observação de aves

Parque Natural do Douro Internacional

A servir de pano de fundo a esta riqueza de beleza natural, o Parque Natural do Douro Internacional, local de únicas paragens de Grifos, vulgo abutres, de Águias-reais, Águias de Bonelli de Cegonhas negras e muita outra fauna.

O Abutre do Egipto ou Britango Neophron percnopterus, ave necrófago presente entre março e setembro, período após o qual emigra para África central, foi escolhido como símbolo do PNDI. Trata-se de uma espécie ameaçada, com parte significativa da população nacional a nidificar nas arribas do Douro e Águeda em cavidades rochosas, como fendas ou pequenas grutas. O Abutre de Egipto associa-se também à região planáltica contígua onde a cerealicultura e pecuária extensivas lhe permitem obter e localizar com facilidade os cadáveres de animais de que se alimenta.

Link do PNDI:http://www.icnf.pt/portal/ap/p-nat/pndi

Abrigo Fotográfico de Abutres

(disponível a partir de Abril 2017)

Na Reserva da Faia Brava temos um abrigo fotográfico associado ao novo alimentador de abutres, no âmbito do programa de alimentação artificial dirigido ao ameaçado Abutre do Egipto (Neophron percnopterus).

Espécies alvo

Durante a Primavera e Verão: Abutre do Egipto (Neophron percnopterus), Grifo (Gyps fulvus) e o ocasional Abutre-preto (Aegypius monachus). Também ocorre o Milhafre-preto (Milvus migrans) e, por vezes, o Milhafre-real (Milvus milvus).

Durante o Outono e o Inverno: Grifo (Gyps fulvus) e o ocasional Abutre-preto (Aegypius monachus), Milhafre-real (Milvus milvus).

Preços: 
  • PVP: 115€/pessoa

Prazo mínimo de reserva: 3 dias

Aves da Faia Brava

Localizada no vale do Côa, na faixa fronteiriça do Distrito da Guarda, a Reserva da Faia Brava abrange cerca de 850ha de propriedades nos concelhos de Figueira de Castelo Rodrigo e Pinhel. Neste sector, as encostas fluviais do Côa atingem grande declive e são formadas por afloramentos rochosos graníticos, escarpas, idóneas para a nidificação de aves rupícolas. Está inserida na ZPE do Vale do Côa (Rede Natura 2000) e IBA (Birdlife International Important Bird Area) e, finalmente, no Parque Arqueológico do Vale do Côa, classificado pela UNESCO como Património da Humanidade.

Em 2010 a Reserva da Faia Brava foi classificada pelo Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB) como a primeira Área Protegida Privada do país e actualmente é também uma área-piloto do projecto europeu Rewilding Europe, que promove a criação de mais espaços para a vida selvagem e o turismo de natureza na Europa.

A fauna da Faia Brava é muito diversificada e este é um dos motivos da sua importância. As aves são o grupo que mais se destaca pela variedade e ocorrência de espécies de grande valor para a conservação. Destas, destacam-se a Cegonha-preta (Ciconia nigra), o Abutre do Egipto (Neophron percnopterus), o Grifo (Gyps fulvus), a Águia-real (Aquila chrysaetos), a Águia de Bonelli (Aquila fasciata), o Bufo-real (Bubo Bubo), a Andorinha-daurica (Cecropis daurica), a Andorinha-das-rochas (Ptyonoprogne rupestris), o Andorinhão-real (Apus melba) e, recentemente, o Andorinhão-cafre (Apus caffer). Outras espécies que aqui também podemos encontrar são a Águia-cobreira (Circaetus gallicus), a Águia-calçada (Hieraaetus pennatus), o Noitibó-de-nuca-vermelha (Caprimulgus ruficollis), o Abelharuco (Merops apiaster), o Melro-azul (Monticola solitarius), a Toutinegra-real (Sylvia hortensis), a Toutinegra-de-cabeça-preta (Sylvia melanocephala), a Toutinegra-carrasqueira (Sylvia cantillans), o Picanço-barreteiro (Lanius senator), a Cotovia-montesina (Galerida theklae), a Pega-azul (Cyanopica cooki), o Estorninho-preto (Sturnus unicolor), o Pardal-espanhol (Passer hispaniolensis).

Outros valores de interesse:

Núcleo de gravuras e pinturas rupestres da Faia e Lapas Cabreiras (UNESCO), pombais tradicionais, manada de vacas maronesas e cavalos garranos em estado semi-selvagem.

FICHA TÉCNICA

  • Duração: 1 dia.
  • Tipologia: misto (pedestre e viatura).
Preços: 
  • PVP 2 pessoas: 55€/pessoa
  • PVP a partir de 4 pessoas (inclusive): 35€/pessoa

Prazo mínimo de reserva: 2 dias